Pedido de demissão: afinal, por que os colaboradores se demitem?

Tempo de leitura: 4 minutos

Todo gestor sabe o pesadelo que é o pedido de demissão do colaborador. Ainda mais quando esse colaborador é dos bons, se identifica com a cultura organizacional da empresa e veste a camisa. Ou vestia. Até pedir para sair, pelo menos…

Além disso, ainda existe toda aquela história de abrir novos processos seletivos, encontrar alguém para substituir o funcionário, treinamentos, incerteza… – fora os gastos com tempo e dinheiro.

Então, o ideal é buscar um cenário em que os colaboradores não se demitam. Como fazer isso? Transformando a empresa em um lugar que seja prazeroso para os funcionários. Mas primeiro, é necessário desvendar quais os motivos das demissões.

Os motivos que encabeçam os pedidos de demissão

Muitas vezes o problema não pode ser resolvido por intervenção da empresa, principalmente se esses problemas forem de cunho pessoal. Nesses casos, o melhor é aceitar o pedido do colaborador e assegurar para que o funcionário tenha toda a ajuda necessária enquanto continuar na empresa.

Mas e os motivos passíveis de resolução? Leia abaixo e descubra quais são eles.

Excesso de trabalho: o principal motivo dos pedidos de demissão

1 – Excesso de trabalho

Sim, sabemos que, de vez em quando, a rotina nas empresas é brindada com uma carga bastante pesada de trabalho. É normal. No entanto, o melhor é ficar atento para que essa cobrança não se torne comum.

O excesso de trabalho é uma das principais razões para que colaboradores bons e comprometidos peçam as contas. Isso porque, para eles, a carga de trabalho é tripla, já que costumam assumir mais tarefas e projetos do que seus cargos exigem. Nem a mais genuína produtividade resiste ao excesso de trabalho contínuo.

Quem não gosta de ser reconhecido pelo seu bom desempenho?

2 – Falta de reconhecimento

Quem não gosta de ser elogiado e reconhecido por um trabalho bem feito? Ainda mais se você é reconhecido por trabalhos mal feitos (o fantasma do feedback negativo…). Quando você se recusa a reconhecer a conquista de um colaborador, você o está desmotivando. E isso não tem volta.

Se a desculpa é o orçamento apertado da empresa, lembre-se que uma palavra de apreço e agradecimento é gratuita.

Pedidos de demissão por estagnação?

3 – Estagnação

Imagine a seguinte situação: você está caminhando em direção ao seu grande objetivo. No entanto, por mais que você caminhe, sue e se esforce, você não sai do lugar. Frustrante, não é?

O mesmo se aplica aos seus colaboradores. As pessoas gostam de sentir que podem progredir em suas carreiras e que o trabalho será recompensado. Se não há um plano de carreira e estrutura para os colaboradores, eles provavelmente irão procurar em outro lugar.

Visão e valores da empresa também influenciam nos processos de demissão

4 – Falta de visão da empresa

Não, a visão da empresa não era só uma lacuna a ser preenchida no plano de negócio. Ela vale e deve ser o objetivo central da empresa – ou o grande objetivo, que guia todos os outros.

Entenda que, se o colaborador não sentir que está crescendo junto com a empresa ou que a empresa está crescendo, as chances de frustração são grandes. Sem uma visão, qualquer plano da empresa pode ser confundido com papo furado.

Sua empresa aposta num sistema de hierarquia extremamente vertical?

Independentemente do tamanho da empresa, cada local de trabalho precisa de estrutura e lideranças, mas uma organização totalmente vertical pressiona e cerceia qualquer colaborador.

Boas ideias podem estar sendo perdidas porque seus colaboradores não se sentem à vontade para expô-las. É… não espere que metas sejam alcançadas se seus colaboradores não se sentem confiantes e confortáveis no próprio local de trabalho.

image1


A Valesul Benefícios é o mais eficiente e prático canal para gestão de benefícios online. Vale-transporte, vale-alimentação, vale-refeição e Vale-combustível: nós temos a melhor solução para sua empresa. No blog, dicas para Gestão de Recursos Humanos, Administração de Empresas e muito mais. Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Comentários